Home Tags Posts com as tags "viagem"

viagem

por -
0 48

Como resistir a uma nova oportunidade de ser feliz?

No maior mal humor que eu já senti com a vida nunca consegui virar as costas quando apareceu um novo emprego no meio do desânimo que o mundo corporativo provoca. Também, por mais triste que estivesse, depois de levar um pé na bunda, me entreguei a oportunidade de um novo romance. Foi impossível ouvir um pedido de desculpas daquele amigo que me magoou e não abrir um sorriso imenso e leve.

Pois é, a vida real é dura, mas ignorar o bem estar que um recomeço nos traz é um atentado a si própria.

Todo ano é a mesma história, as mesmas promessas, os planos para o próximo ano que já está até amarelado de tantas reprises já vividas (claro, se você é quase uma cinquentona enxuta como eu…) Se você acha tudo meio piegas como eu, já tentou realmente começar o ano mudando a sua própria atitude em relação aos problemas?

Ao invés de esperar que o seu chefe reconheça o seu trabalho, traçar um plano de carreira e ir lá totalmente aberta para ter uma nova proposta. Procurar aquela pessoa que sempre irrita você e explicar que aquela atitude não será mais tolerada.

Olhar nos olhos da sua mãe e explicar que você cresceu e que ela não tem mais poder de decisão sobre a sua vida. Ir logo pedir desculpas aquela pessoa que você pisou na bola, se ela não quiser lhe desculpar, siga a sua vida com o coração leve, porque a vida é dura, mas o coração pode ser leve.

A escolha está nas suas mãos.

Ter uma atitude melhor para sua vida, iniciar um novo projeto, traçar novos planos, planejar a viagem dos sonhos ou para qualquer outra coisa que desejar poderão ser colocados em prática a qualquer momento, o universo não tem dia da semana ou período do ano, então faça o seu réveillon quando estiver pronta e siga o seu caminho de acordo com as suas escolhas e seja feliz.

O Solteirar incentiva o amor próprio para que você realize sonhos.

Carregue com você esta força.

https://www.mywishesacessorios.com.br/product-page/berloque-i-love-me

 

 

por -
0 1248

Se sim, fique de olho. Segundo o site de busca Skyscanner.com, a segunda e a terceira semana de outubro podem ser as mais baratas para comprar passagens aéreas para passar a noite de ano-novo fora do Brasil.

Esse site buscador é um dos maiores do mercado com 50 milhões de visitantes por mês. E, concluiu que outubro é o mês mais em conta para se comprar passagens aéreas através da comparação de preço de passagens de diversas companhias aéreas do mundo de todas as semanas ao longo do ano passado.

Agora, para quem está planejando viajar pelo Brasil, a segunda semana de novembro foi a mais indicada, de acordo com o site.

Mas vale sempre também considerar as 3 dicas básicas de praxe:

1. Comprar passagens com a maior antecedência possível

2. Embarcar em dias de menor movimento: meio de semana exortativos da madrugada

3. Como regra geral, as companhias aéreas aconselham aos viajantes a compra de passagens para voos internacionais com três meses de antecedência, em média.

por -
1 1026

Depois de passar um período de férias maravilhoso no exterior, com direito a muitas comprinhas, chega a hora de preparar a bendita mala de volta ao Brasil.

Com isso, é importante avaliar se a sua bagagem respeita as condições exigidas pela Receita Federal na hora de passar pela alfândega, tais como:

Limites de isenção: A Receita Federal proporciona uma isenção de até U$ 500 em produtos comprados no exterior. Adicionalmente, quando desembarcar no Brasil e acessar o free shop, é permitida a compra de produtos que totalizem U$ 500 também.

Quantidade: Na hora de selecionar as lembrancinhas, fique atento às quantidades de cada produto que comprar. Entram como quantidades permitidas pela Receita Federal:

  • 12 litros de bebidas alcoólica
  • 10 maços de cigarro (contendo 20 unidades cada)
  • 25 charutos ou cigarrilhas
  • 250 gramas de fumo
  • 20 unidades de souvenirs e pequenos presentes (de valor unitário inferior a U$ 10, desde que não haja mais de 10 unidades idênticas)
  • 20 unidades de bens não relacionados nos itens anteriores (desde que não haja mais de 3 unidades idênticas)

Para não passar os perrengues na alfândega, o Solteirar preparou algumas dicas para vocês:

Compras: Não pode ser caracterizado como compra, produtos comprados no exterior que estejam em uso antes de retornar ao Brasil (ex.: roupas, maquiagem). Estes produtos são caracterizados como usados, já que não possuem mais a etiqueta.

Itens pessoais de alto valor: Sempre que possível, leve uma cópia da nota fiscal de itens como computador, celular, tablet, ipod, etc com você. Apesar da Receita Federal considerar de uso pessoal 1 item de cada eletrônico por exemplo, se porventura alguém encrencar, você terá a nota para comprovar que trouxe o produto do Brasil.

Declaração de bens: Sempre que realizar compras que excedam a cota dos U$ 500, é necessário realizar uma declaração de bens do viajante (DBV), que é um documento para declaração dos produtos comprados no exterior que deverão ter um tratamento tributário devido a ultrapassagem do valor de isenção permitido. Se a Receita Federal durante a fiscalização descobrir que você não preencheu o DBV, você terá que pagar (além do imposto devido), uma multa de 50% sobre o valor excedente ao limite de isenção.

Alvo: A Receita Federal tem como principal missão fiscalizar se os produtos trazidos do exterior possuem caráter de comercialização no Brasil, bem como se há pirataria envolvida ou se o produto é lido como ilegal no Brasil por exemplo. Com isso, invariavelmente, a fiscalização recai sobre todos, mas para evitar questionamentos sobre a incompatibilidade da sua bagagem, é valido se atentar se a quantidade de dias que você viajou é aderente ao volume e quantidade de itens da sua bagagem (exemplo: você faz uma viagem de 4 dias, mas volta com 10 camisetas e 15 saias).

App Viajantes: Para maiores esclarecimentos, a Receita disponibilizou um aplicativo com as principais dúvidas e respostas sobre a realização de viagens, bem como a possibilidade de realizar o preenchimento do DBV pelo aplicativo (você pode ir preenchendo aos poucos, ir salvando como rascunho e quando tiver a versão final, já gerar o valor a ser pago caso ultrapasse o limite de isenção).

E você? Tem alguma dica ou experiência junto a alfândega que queira compartilhar? Deixe aqui o seu comentário!!

Informações obtidas em:

http://www.brasil.gov.br/turismo/2014/07/confira-o-que-e-permitido-trazer-do-exterior-sem-pagar-imposto

http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/aduaneira/viagens-internacionais

O cidadão sentado na poltrona do meio e você sentada no corredor.

Logo após 15 minutos da decolagem, o cara resolve ir ao banheiro.

Você, com aquela cara de simpática fingida, tem que se levantar.

Pior: já sabe que depois terá que levantar novamente quando ele voltar.

Santo Deus, por que não vai ao banheiro antes do embarque?

 

Você sentada na janela. Quietinha, sem perturbar ninguém.

Dali a pouco um ronco bem ao pé do seu ouvido vai lhe incomodando até quase o fim da viagem.

Você disfarçadamente esbarra na pessoa “sem querer querendo” torcendo para que aquele barulho chato e meio nojento cesse. Tática quase sempre não muito bem sucedida.

Resta apenas ficar olhando para o relógio para ver se os ponteiros andam mais rápido.

 

Mulher literalmente sem noção embarca atrasada.

Carregando várias bagagens de mão, tenta guardá-las no compartimento de
malas.

Sem sucesso, eis que a “dona encrenca” resolve tirar exatamente a sua mala do
lugar (que estava ali bem pequenina e ajeitadinha) para colocar a dela.

Folga é pouco para esse tipo de atitude.

 

Avião mal aterrissou e o fulano já desata o cinto, fica de pé no corredor querendo praticamente sair pela janela.

Daí percebe que as portas ainda demorarão a abrir.

Impaciente, o cara continua no corredor, agora apoiando todo corpo em sua
poltrona.

Liga o celular e começa praticamente a gritar avisando que já chegou e aproveita
para contar vantagem sobre aquela transação financeira importante que fechou
ou aquele carro importado que acabou de comprar.

Aquela voz esnobe bem em cima do seu cangote (ou com o traseiro bem no seu
rosto).

Ao desligar o celular, o fulano ainda dá uma olhada para os lados só para
verificar quem da “platéia” estava prestando atenção nas suas ostentações.

O mais engraçado é que depois a gente sempre acaba alcançando esses
apressadinhos na esteira de bagagem.

Dá até vontade de dizer: “Aí, babaca, só para lhe avisar, minha mala chegou primeiro que a sua e já estou indo embora, ok?”

 

Sabem me dizer se há algo tão especial nos minúsculos banheiros de um avião? Ou se os dez primeiros passageiros a saírem do avião ganham algum prêmio? Ou é simplesmente falta de educação mesmo?

por -
0 1577

Acampar com filhos é uma experiência que os pequenos aproveitam não só como lazer, mas também como aprendizado. Deixar o conforto da suíte do hotel e ajudar a montar a barraca, requer organização, desde a escolha dos itens que serão levados na viagem até o cuidado na preservação da ordem e limpeza do espaço onde irão dormir.

O grande desafio de camping com crianças é a infraestrutura de lazer, alimentação e higiene. Quando se trata de mães solteiras, há ainda o desafio da segurança.

Se você é do tipo de mãe que gosta de estimular a criatividade dos filhos, o Eco Resort Itamambuca tem um espaço de camping que possibilita aos campistas utilizar toda a estrutura do resort, como a área de lazer, Espaço Armazen, Tangará Eco Lazer, restaurantes, centro náutico, brinquedoteca, boutique e piscinas, incluindo sem custo adicional os serviços de monitores infantis e atividades da recreação. Mais detalhes em http://www.itamambuca.com.br/bangalo/uncategorised/area-de-camping

Solteirando pelas redes sociais